6 de nov de 2013

Semurb participa de desocupações pacíficas




Várias ocupações estão ocorrendo nos últimos dias em Parauapebas e em todas elas tem se notado a participação da Semurb – Secretaria Municipal de Urbanismo-, que de forma pacífica dispõe de trabalhadores para realizar a remoção dos moradores com seus móveis em caminhões que os leva até sua nova moradia onde ficam, na maioria dos casos, beneficiados pelo aluguel social; um benefício aprovado já neste governo para amparar famílias inscritas em projetos habitacionais e que são retiradas de ocupações ou áreas de risco.
A última ação da qual participou a Semurb foi a desocupação do “Morro da Castanha”, quando em duas etapas foram removidos todos os moradores para o aluguel social.
Gente como Paulo Cesar que conta morar em Parauapebas há pelo menos 15 anos, período em que diz não ter conseguido adquirir uma casa própria. Ele alega os altos preços de terrenos e o custo de vida não compatível com o salário que recebe como ajudante de pedreiro.
Paulo conta ter ficado 14 meses morando no Morro da Castanha, sempre na expectativa de ser encaixado no programa habitacional do município. “Eu não estava aqui para resistir, pois sei que esta área não é minha, mas apenas para ser notado na estatística e sensibilizar o governo”, disse Paulo Cesar.    
Manoel Maria veio de Capanema com três filhos e a esposa, e ficaram apenas 60 dias no local e se preparava para fazer o acabamento em seu barraco quando a remoção chegou. Ele diz morar em Parauapebas há apenas 1 ano e sua renda não lhe dá a mínima chance de adquirir um terreno para construir uma casa. Como não está cadastrado no projeto habitacional do município não pode gozar do beneficio do aluguel social.

Jonas de Lima Almeida, 62 anos, trabalhador braçal, admite nunca ter possuído uma casa própria e agora cadastrado no programa habitacional do governo vislumbra ter uma moradia. Ele foi removido do Morro da Castanha para o aluguel social e se diz seguro que agora conseguirá sua casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário