2 de abr de 2013

PM em Parauapebas terá novo modelo de ação


“Isto reduzirá e muito a criminalidade”, conclui Júlio. 
Preocupado com o elevado índice de violência no município, o comando do 23º BPM (Batalhão da Policia Militar) elaborou um projeto diferenciado para assim reduzir as distancias entre a polícia e a população.
Conforme explicou o comandante da ZPol (Zona de Policiamento) Capitão PM Júlio,  Parauapebas será dividido por área dispondo assim de uma viatura em cada uma. As viaturas, ainda segundo ele, levarão visivelmente o número de celular que estará sempre a bordo para que as pessoas acionem a guarnição que já estará naquele bairro.
O policial atenderá somente aquele bairro podendo assim conhecer tanto o cidadão de bem quanto ao marginal; bem como a população conhecerá os policias que trabalham naquele bairro.
“Este trabalho já está sendo feito, mas será de fato realidade quando os novos policias estiverem disponíveis e em número suficiente”, planeja o comandante da ZPol, imaginando que assim os policias se sentirão trabalhando em uma cidade pequena podendo ter ótima relação deixando de abordar pessoas desnecessariamente.
Abordado sobre a deficiência no serviço Disk 190 que não aciona a PM no 23º BPM e sim o Quartel da PM em Marabá, Júlio explica que o problema requer solução das empresas de telefonia celular, e conta que as mesma já foram comunicada e cobrada a solução do problema, mas nenhuma tomou iniciativa em resolvê-lo.
Fica assim a população com apenas o número do Disk Denúncia para acionar a PM, mas como o número é de telefone fixo muitas pessoas ficam impossibilitadas de chamar a policia em caso emergencial.   
O oficial diz esperar como resposta da sociedade envolvimento com o assunto e participação desta nas denuncias e na boa relação com os policias que estarão em seus respectivos bairros. Quanto aos policiais ele diz esperar colaboração com o sistema para que tenha o retorno esperado.
“Isto reduzirá e muito a criminalidade”, conclui Júlio. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário