13 de nov de 2012

Em Parauapebas 70% dos crimes são cometidos por adolescentes



Número de menores infratores é grande em Parauapebas
70% dos crimes são cometidos por adolescentes

“Hoje podemos dizer que os crimes, em Parauapebas, 70% são praticados por adolescentes em todos os graus de criminalidade”, confirma Antonio Miranda, delegado diretor da 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas. Ele detalha ainda que os numero são igualmente distribuídos em todas as camadas sociais, e justifica que isso ocorre por falta de alicerce da estrutura familiar, que leva tanto filhos de pobres quanto de empresários a enveredar pelo mundo do crime como das drogas e roubo.
Na opinião do delegado, em via de regras, a lógica é o maior infrator usar o menor para se safar, mas aqui, segundo ele, ocorre ao contrário. Outra justificativa apresentada por Miranda é o fato de que se o cara maior de idade for pego no tráfico vai direto para a prisão, já o adolescente é encaminhado para um órgão público e a lei dificilmente prevê a internação deste. “E aproveitando da legislação, o adolescente está se valendo do artifício para praticar o crime”, justifica Miranda, detalhando que o papel da polícia ao apreender um menor infrator é fazer o trâmite legal e cabe ao poder judiciário em fazer ou não a internação.
Questionado sobre a mudança da Lei da redução da idade penal para, pelo menos, 16 anos, Miranda explicou que isso depende de uma evolução legislativa e deve ser feita em nível de Congresso Nacional. Mas ele orienta que não adianta diminuir essa idade penal se não tiver um trabalho voltado ao preso, e ao tratamento do detento. “Parauapebas está passando por uma faze no desenvolvimento em um sistema penitenciário, já está sendo licitada a construção de 306 vagas e esperamos um sistema penal muito eficiente que comporte a demanda nessa cidade”, assegura Miranda, prevendo a conclusão da obra para no máximo Agosto de 2013 em uma área doada pelo município próximo ao CEDERE 1.

 “Hoje podemos dizer que os crimes, em Parauapebas, 70% são praticados por adolescentes em todos os graus de criminalidade”, confirma Antonio Miranda, delegado diretor da 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas

Nenhum comentário:

Postar um comentário