25 de set de 2012

STF regulariza a candidatura de Cássio Flausino



Após ter candidatura indeferida na 75 Zona Eleitoral de Parauapebas e com recurso negado no TRE (Tribunal Regional Eleitoral), o candidato a vereador Cássio Flausino recorreu no STF (Supremo Tribunal Federal).
De acordo com o parecer do Ministro Marco Aurélio os fatos expostos para indeferimento da candidatura de Cássio não tem consistência para tal. Em seu relato o ministro alegou se tratar de dívida ativa e não algo que provoca a decisão tomada pelo juiz eleitoral da zona eleitoral de Parauapebas, Líbio Moura.
Cássio Flausino, em entrevista concedida ao jornalista Francesco Costa, diz ter recebido o deferimento de sua campanha com extrema alegria e que sempre acreditou que isto iria acontecer, prova disto é o fato de nunca ter parado sua campanha. “Tive fé, em Deus e na justiça; e não poderia decepcionar as pessoas que acreditam em mim”, disse Cássio.
Sobre os motivos que, possivelmente, levaram o indeferimento de sua candidatura, Cássio alega perseguição. “Todos sabem que tenho um sonho e projeto político. Além de ter incomodado muitos que sempre usaram a política para fins próprios”, diz Cássio, admitindo ter sido ajudado por muitos parceiros políticos, e cita Raimundo Cabeludo, o advogado Welington, Bel Mesquita e Coutinho, além de muitos que ajudaram em orações.
“Sou candidato. Tenho um caráter e um sobrenome pelo qual que devo zelar. Sei que uma das cadeiras da câmara será ocupada por mim”, concluiu Cássio Flausino.

Um comentário:

  1. Caro Jornalista: Segundo o SERVIÇO DE ACOMPANHAMENTO PROCESSUAL DO TSE, o processo do senhor Cassio AINDA NÃO FOI JULGADO PELO MINISTRO MARCO AURÉLIO,MESMO SE ENCONTRANDO CONCLUSO DESDE 10/09/2012.
    Gostaria que o senhor informasse qual a fonte da noticia, para que a mesma fosse efetivamente confirmada.

    ResponderExcluir