26 de set de 2011

Ato público em Canaa dos Carajás

Ato público denuncia desmandos de prefeito de Canaã dos Carajás 
Itamar denunciou as irregularidades
Conforme já planejado foi realizado na noite de sábado, 24, ato público com a participação de diversos partidos. O ato teve como objetivo denunciar desmandos do governo gerido pelo prefeito Anuar Alves da Silva. As denúncias, foram embasadas em imagens de obras públicas exibidas em telão na praça da Avenida Weyne Cavalcante e assistidas com atenção por milhares de pessoas que lotaram aquele logradouro. Todo o documentário foi feito pela equipe de  Idelson Gomes, proprietário da revista Expressão Pará, contratada pelo vice-prefeito, Itamar Francisco. Nas imagens pode se ver escolas, postos de saúde, asfaltamento, entre outras, que teriam sido executadas com suposta irregularidade.
As denúncias dão conta de as obras além de superfaturadas estão atrasadas em relação ao prazo de entrega;muitos prédios tem baixa qualidade na construção e alto valor de custo e outros estão em total estado de abandono. O vice prefeito denunciou ainda que no CEO (Centro Especializado de Odontologia), foi encontrado em uma NF (Nota Fiscal) o valor de R$ 980 mil, valor justificado como compra de material para odontologia. Mas segundo levantamento feito pela equipe do vice prefeito com este valor seria possível manter o CEO por quatro anos.
Outro ato suspeito do prefeito Anuar, denunciado pelo vice prefeito, é a locação dos prédios de propriedade de vereadores que abriga o posto de saúde do bairro Novo Horizonte e o CECON.
A saúde também foi alvo de denúncias, além de habitação popular e patrimônio público, a má qualidade da pavimentação asfáltica e o ginásio de esportes inacabado, obra feita na primeira gestão de Anuar.
No telão foi exibido ainda o pronunciamento do senador Mário Couto que denunciou, recentemente, na tribuna do senado os desmandos de Anuar. O senador citou a farra paga com o dinheiro público no aniversário de Anuar, comemorado em Minas Gerais; e ainda a compra de 30 mil litros de chopp, com dinheiro público; aquisição feita por Anuarinho, filho do prefeito, para comemorar seu aniversário com seus amigos que tomaram banho de chopp.
O senador também denunciou a truculência de Anuar que consta de longas datas. Ele lembrou na tribuna do senado que no último dia das mães o prefeito perdeu o controle ao ser vaiado pela população e se dirigiu a ela com palavras de baixo calão chamando, literalmente, para sair no tapa.
“Não tem como um prefeito ser querido se rouba o povo. Um prefeito deste nível, não deveria estar administrando uma cidade. Um prefeito deste nível devia estar na cadeia”, assegura Mário Couto.

“Um prefeito deste nível, não deveria estar 
administrando uma cidade, devia estar na cadeia”, 
assegura Mário Couto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário